Chá do Manifesto

E depois do fim de um amor?

Esta é uma das perguntas que a maioria das mulheres ou jovens mulheres fazem diariamente. Primeiro que tudo um amor nunca se esquece. Fica para sempre na nossa pele e no nosso coração. Ele foi o raio de um idiota? Deixem lá isso: aprenderam mais do que pensam. Descobriram que depois de mais uma perda conseguiram sobreviver, voltar a sorrir e a estar com os amigos a beber o café do costume. No fundo, os amigos são os verdadeiros amores que levamos desta vida.

Contudo, não vos digo que é fácil. Vão sentir-se perdidas e angustiadas muitas vezes. Vão compensar todos esses sentimentos avassaladores com bons amigos, comprimidos, chocolate e momentos de maluqueira. Porque o que seria da vida sem esses tais momentos “fora da caixa”? Vão também ter recaídas e querer saber como ele está. Mas tudo não passa de uma ilusão, porque quando vos magoam uma vez, magoam a segunda ou a terceira. Aprendam que quem não vos compreende com um simples olhar e quem não fica convosco no meio de uma tempestade não é merecedor do vosso amor. Porque amor é amizade, é companheirismo, é altruísmo. 

As lágrimas vão-se, mas o aperto fica. Por isso é que o coração se fecha. Pensamos duas vezes antes de nos metermos noutra aventura, porque podemos partir uma perna ou o coração. Com o avançar da idade ficamos mais exigentes. Já não nos preocupamos se estamos sozinhas ou não, porque aprendemos a gostar da nossa própria companhia. E haverá algo melhor do que isso?

Só vale a pena partilhar o nosso amor com quem realmente esteja para ficar, que nos toque no cabelo com carinho e nos limpe as lágrimas. Que seja forte o suficiente para nos amparar numa queda e não fuja só porque somos “pesadas demais”. O amor só vale a pena quando é altruísta.

Por isso, mulheres ou jovens mulheres chorem muito com a perda do vosso amor. Não se esqueçam que ele vai ser uma recordação para sempre, que vos mudou a alma. Mas nunca deixem o vosso amor-próprio ir embora por ninguém. 

O amor é possível. Ele existe, em momentos de alegria, tristeza e maluqueira. O amor também é aventureiro, é estar à vontade e sermos nós próprias. Porque se assim não for não vale a pena investir em algo tão importante.

Custa voltar a acreditar. Mas enquanto o amor verdadeiro não chega invistam em vocês próprias e riam muito. Rir faz tão bem à alma!

No final de contas, as estações mudam. As pessoas entram e saem da nossa vida. Mas é reconfortante saber que quem amámos ficará para sempre no nosso coração.

fim-de-um-amor-3

~ Um chá de conforto ~ 

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s