Chá do Manifesto

Qual é o teu propósito de vida?

Tão bom o cantar dos pássaros pela manhã, o sol a surgir no horizonte, enquanto o nevoeiro matinal se vai dissipando. É grandioso sentir o cheiro do orvalho pela manhã e, de olhos fechados, simplesmente ouvir os sons da natureza. Os carros e o barulho ensurdecedor da cidade vão ficando cada vez mais longínquos na minha mente. Afinal, eu nasci para sentir cada raio de sol e a energia de meditar por debaixo de uma árvore que transporta em si milhares de anos. Já imaginaram se as árvores falassem? Tenho a certeza que seriam umas excelentes contadoras de histórias, daquelas bem antigas, que vão muito além dos nossos antepassados. 

Eu vim ao mundo para ser feliz na simplicidade de um sorriso, de um abraço sincero, de um olhar cúmplice e, quando mais necessito, retirar-me para o meu templo sagrado, que cheira a livros com centenas de anos. 

Na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra só de pisar aquele chão e atravessar aqueles corredores imensos com prateleiras repletas de livros com pó, sentia-me em êxtase. Com esta memória, que guardo no meu coração com muita saudade, jamais permitirei fugir à minha essência, ao meu propósito de vida. E que, naquelas tábuas de madeira, com público a aplaudir, eu continue a sentir a magia que o teatro, a minha grande paixão, me faz sentir.  

Prometo e fica hoje assinado que o meu caminho não voltará a desviar-se dos meus sonhos. Sim, o mundo nem sempre nos permite sonhar. O dinheiro é necessário enquanto não conseguimos atingir o que ambicionamos. Mas, na verdade, todos nós temos muitas necessidades que, no fundo, não precisamos. Se quero ser escrava delas? Não! Livrei-me de tudo isso a partir do momento em que estas começaram a substituir a necessidade da minha alma, que teima em sonhar alto, como um pássaro livre, que voa alegre, entre vales e montanhas. 

Que se lixem as necessidades que nos são impostas por pressão social. Quero viver com menos, mas com mais no espírito. Substituo um hotel de luxo, por uma tenda onde posso ver as estrelas à noite. E que, por sorte, surja uma estrela cadente, que me traga a esperança de um final feliz. Substituo uma praia da moda, por uma praia de difícil acesso, onde tenha de descer por entre rochas e, quando lá chegar possa mergulhar, sem qualquer roupa, na imensidão do oceano. Troco um bom carro e roupas de marca por idas a espectáculos repletos de arte e engenho.  

A maioria de nós vive tão anestesiados entre a casa e o trabalho, com um grande carro, já que está na moda ter um todo XPTO, que não fazemos a menor ideia do que viemos aqui fazer. Sabias que a tua alma chama por ti? Que aquilo que não tomares consciência agora terá repercussões no mundo, nas tuas reencarnações e nas energias que vais transmitindo ao teu corpo, mente e espírito? 

Afinal, qual é o teu propósito de vida? Já pensaste sobre isto seriamente? Confessa lá…É bem mais fácil viver no conforto da normalidade. O outro caminho é assustador, esquisito, difícil e até bastante “louco”. 

Na verdade, a falta dessa tal loucura, que nos permite marcar a nossa diferença no mundo, é que é a maior loucura da existência!

20431284_1528977080458413_5149119130868845261_n20294239_1528976993791755_2685196059377735014_n26804624_1689474857741967_6693370820243014466_n

 

 

 

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s