Eventos com Personalidade

Começa hoje o Restaurant Week

Começa hoje dia 22 de Outubro o Restaurant Week e prolonga-se até dia 1 de Novembro. As cidades escolhidas são Lisboa e Porto e são vários os restaurantes de luxo aderentes. Estes apresentam um menu específico, que inclui entrada, prato principal e sobremesa, a um preço convidativo (20 euros, dos quais 1 euro reverte a favor de instituições de responsabilidade social). 

O primeiro Restaurant Week surgiu em Nova Iorque e participaram 90 restaurantes. Hoje em dia, conta com a adesão de mais de 10.000 restaurantes e realiza-se em cidades como Madrid, Milão, Boston, Londres, Amesterdão e São Paulo.

Este evento tem como principal objectivo facilitar o acesso à restauração de luxo, contribuindo em simultâneo para causas sociais. Segundo o site do evento, “Em Portugal, vamos em +30 edições entre as cidades de Lisboa, Porto, Loulé e Cascais, e mais recentemente com duas edições nacionais com todo o país em simultâneo, Restaurant Week já serviu mais de 210.000 refeições e já atribuiu mais de 210.000 euros solidários.”

Para beneficiar das vantagens desta semana exclusiva, basta reservar o restaurante que pretende em RestaurantWeek.pt, no website ou na app TheFork para iPhone ou Android.

~um chá cheio de vantagens~

11075170_687489768026243_2746675351429582067_n

Standard
Chá das 3

Descobrir Lisboa à boleia de um carocha

Lisboa é um pequeno mundo. Mas é um pequeno mundo que encanta todos os turistas. Sejam estrangeiros ou portugueses, a verdade é que poucos são indiferentes à beleza de Lisboa. Passear por Lisboa e descobrir cantos e recantos é dos melhores programas que se pode fazer. Miradouros, parques e zonas históricas são só algumas das maravilhas da nossa capital.

E foi a pensar em todos aqueles que querem conhecer Lisboa, que os Armazéns do Chiado pensaram em promover um passeio de carocha. Ah pois é! E qualquer pessoa pode fazer este circuito. Não é maravilhoso? Senão vejamos: basta efetuar €25 em compras nos Armazéns – que funciona como ponto de partida – apresentar os comprovativos de compras no Balcão de Informações e depois fazer a inscrição. No ato da inscrição escolhem o carocha que querem – amarelo, cor-de-rosa e azul – e a hora que vos dá mais jeito! E ainda podem levar companhia ;)

Aproveita até 26 de agosto para conheceres os 15 pontos mais importantes e bonitos da cidade de Lisboa à boleia de um carocha descapotável. Eu já fiz a minha viagem e a verdade é que adorei! Uma ótima sugestão para o fim-de-semana, não acham?

IMG-20150820-WA0002

~ um dia de agosto descobrindo a cidade ~

Standard
Até perder a vista

Verão com Jacques Tati

É já hoje! 

Leopardo Filmes e a Medeia Filmes apresentam já a partir de hoje, pela primeira vez em Portugal, a obra integral de Jacques Tati. O ciclo intitula-se “Verão com Jacques Tati” e vem ainda a tempo do Verão para quem pensa que este já está no final.

Todos os filmes do comediante e realizador francês Jacques Tati foram restaurados em versões digitais e voltam ao cinema a partir de hoje, dia 20 de Agosto, no Espaço Nimas em Lisboa e, no Porto a partir de 1 de Setembro no Teatro Municipal Campo Alegre que reabre para receber a obra do cineasta que fascina todas as gerações.

Jacques Tati, nome artístico de Jaques Tatischeff, realizador, actor e argumentista, caracteriza-se pelo imaginário hilariante que cria em cada uma das suas obras. Neste programa, será possível ver as seis longas-metragens deste mestre francês da comédia – “Há Festa na Aldeia” (1949), “As Férias do Sr. Hulot” (1953), “O Meu Tio” (1958), “Playtime – Vida Moderna” (1967), “Sim, Sr. Hulot/Trafic” (1971) e “Parade” (1974) – e ainda sete curtas-metragens inéditas comercialmente em Portugal.

“Em HÁ FESTA NA ALDEIA Tati é François, o carteiro local que faz o melhor para seguir os seus colegas americanos, após ser ridicularizado pela população. No filme AS FÉRIAS DO SR. HULOT ele interpreta pela primeira vez a sua personagem carismática, o Sr. Hulot que perturba as férias de veraneantes demasiado sérios. Em O MEU TIO, o Sr. Hulot ressurge animando uma criança aborrecida com os seus pais. Em 1959 foi distinguido com o Óscar para Melhor Filme Estrangeiro. PLAYTIME – VIDA MODERNA traz-nos o inesquecível SR. HULOT numa extraordinária sátira à tecnologia industrial e à vida numa grande cidade, Paris. Considerado pelo British Film Institute um dos 50 Melhores Filmes de Todos os Tempos. Em SIM, SR. HULOT – TRAFIC, o Sr. Hulot inicia uma aventura pelas autoestradas da França e da Bélgica enquanto se dirige para Amsterdão, onde irá exibir o seu protótipo de automóvel. PARADE é a última longa-metragem de Jacques Tati e apresenta-se como um tributo ao mundo do espectáculo.” – in rtp.pt

Jacques Tati morreu em 1982, vítima de uma pneumonia, deixando por concluir o projeto “Confusion”. 

A programação do Espaço Nimas já está disponível AQUI.

A acompanhar o ciclo, o Espaço Nimas acolherá uma exposição de cartazes de uma das longas-metragens de Jacques Tati, reinterpretadas pelos ilustradores portugueses André Letria, Marta Monteiro, Madalena Matoso, Sara-a-dias, João Fazenda e Catarina Sobral.

Marta Monteiro / Sara-a-dias

Jacques-Tati-JoaoFazenda e Catarina Sobral

João Fazenda | Catarina Sobral

Jacques-Tati-andre letria e Madalena Matoso

André Letria | Madalena Matoso

Esta é uma oportunidade única de (re)visitar a obra integral do mestre Tati, que foi um dos mais brilhantes observadores da vida moderna, e que criou um estilo e visual únicos nos seus filmes.

Os bilhetes para estas sessões já estão à venda por 6€, às segundas 4€. Na compra de quatro bilhetes, é oferecido o quinto. Para menores de 15 anos, o bilhete tem o custo de 3€.

~ A arte e o cinema

Standard
Até perder a vista

Chovem sardinhas!

Já “chovem” as sardinhas de 2015! Estes são os 5 peixes vencedores do concurso das Festas de Lisboa deste ano, promovido entre novembro e dezembro de 2014 pela Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC) da câmara de Lisboa! Em Junho a cidade ganha vida com estas novas ilustrações conseguidas por três portugueses, uma italiana e um francês. 

As Festas de Lisboa realizam-se em Junho e têm vindo a dinamizar a vida nos bairros típicos da Capital com concertos, marchas e diversas atividades culturais.

Há 12 anos que a sardinha é a imagem principal das celebrações lisboetas e tem dado muitos frutos à imaginação de milhares de criativos nos últimos cinco anos em que se realizou o concurso. Este ano foram recebidas perto de cinco mil participações com participantes oriundos de mais de 50 países. 

O lema do concurso era “A minha vida dava uma sardinha”, tendo os participantes que dar asas à imaginação sobre uma silhueta de sardinha, de forma criativa, fazendo alusão a algo que espelhasse a cidade de Lisboa e os seus costumes.

Foram vencedoras, uma sardinha nadadora-salvadora da italiana Marta Sorte, uma sardinha Santo António do fogareiro por Alberto Faria, um vendedor de “Mines” por Rui Fazenda, um pescador do francês Martin Jarrie, e ainda Vasco Santana a pedir lume a um candeeiro, de Delfim Ruas.

Segundo a TVI 24, a EGEAC vai ainda selecionar outras sardinhas concorrentes, “propostas não-vencedoras, mas igualmente excecionais”, para serem apresentadas numa exposição no espaço da Fundação Millennium BCP.

A apresentação em vídeo foi criada pela ilustradora Catarina Sobral, que animou todos os peixes vencedores com a música de Deolinda. 

Falta ainda dizer que cada sardinha valeu um prémio monetário de dois mil euros aos vencedores.

Em breve a cidade de Lisboa vai se encher ainda mais de cor e criatividade com sardinhas para todos os gostos. Esta é uma forma diferente de ver a cidade, que demonstra o espírito e os costumes vividos da mesma através do design e da ilustração, cativando lisboetas e visitantes a sentir a vida dentro de uma sardinha. 

~Um chá e uma sardinha?~

Standard
Chá das 3, Coisas de RP

Lisboa entra no Monopoly Mundial

A oportunidade de Lisboa integrar o tabuleiro do mundialmente conhecido jogo Monopoly foi uma realidade e só dependia da votação dos portugueses e fãs do jogo. Até ao passado 03 de Março, todos eram convidados a eleger a sua cidade favorita de entre uma lista de 80 cidades mundiais, no site oficial. O resultado: cerca de 4 milhões de votos em 182 países e 22 cidades selecionadas para figurarem nas propriedades do próximo jogo, que será lançado em setembro deste ano (um óptimo presente de Natal, não?). E Lisboa foi uma das selecionadas e vai lá estar…como uma das cidades mais caras!

monopoly world edition

A capital portuguesa foi a 4ª mais votada do mundo e ficará no bairro mais luxuoso, sendo identificada por uma imagem da Torre de Belém. Ainda no bairro mais caro ficam Lima e Hong Kong. No bairro seguinte, onde estará Lisboa, estão ainda Riga e Istambul. Nas zonas mais “baratas” será possível encontrar Varsóvia, Cidade do México ou Santiago do Chile. Mas também Londres, Moscovo ou mesmo Tóquio, bem como Nova Iorque, Sydney. No bairro mais barato encontraremos a capital espanhola Madrid.

Bairro azul-escuro: Lima (Peru); Hong Kong (China);

Bairro verde: Riga (Letónia); Lisboa (Portugal); Istambul (Turquia);

Bairro amarelo: Varsóvia (Polónia); Cidade do México (México); Santiago (Chile);

Bairro encarnado: Belfast (Irlanda); Atenas (Grécia); Belgrade (Sérvia);

Bairro laranja: Londres (Inglaterra); Moscovo (Rússia); Tóquio (Japão);

Bairro magenta: Nova Iorque (EUA); Amesterdão (Holanda); Sydney (Austrália);

Bairro azul-claro: Queenstown (Nova Zelândia); Cidade do Cabo (África do Sul); Taipei (Taiwan);

Bairro castanho: Giethoorn (Holanda); Madrid (Espanha).

lisboa no monopoly

~Shaking the Lisbon~

Standard