Chá das 3, Shake it Now, Shake the Press

O Halloween e a “guerra” das marcas!

Quem me conhece bem sabe que eu adoooooooro o Halloween e tudo o que ele representa.

Quando as marcas decidem pregar partidas, é para mim um docinho ganho.

Nos Estados Unidos, o Halloween é um dia muito esperado e festejado a rigor. Como tal, a Burger King decidiu “vestir-se” para a ocasião e pregar uma partida.

Mas, não foi qualquer disfarce que agradou ao Burger King de Queens, no estado americado de Nova Iorque. Qual bruxa qual quê…Vampiro? Nem pensar! O disfarce escolhido e considerado o mais assustador para eles, foi de McDonald’s.

bk-mc-halloween4

Assustadoramente brilhante e divertido! A eterna “guerra” entre as duas marcas tem sido travada com uma enorme criatividade e esta acção já se tornou viral.22

Quem passar em Queens encontra uma decoração fantasmagórica à base de lençóis brancos com o nome “McDonald’s” escrito, mas tudo isto acompanhado da mensagem “Estamos só a brincar, continuamos a grelhar os nossos hambúrgueres com ‘flame-grill’”. Portanto podem respirar de alivio fãs da Burger King, isto é só uma partida!

Vejam mais imagens desta assustadora campanha!

~Shake this Halloween ~

Standard
Shake it Now, Shake the Press

A “febre” do Pokémon Go

Quem nasceu e cresceu nos anos 90 e teve uma infância com muita bonecada (tipo eu), lembra-se perfeitamente dos Pokémon.

Qual não foi o meu espanto quando no outro dia começo a ouvir  falar sobre Pokémon. Foi uma espécie de regresso ao passado e ninguém me avisou?! Pensei eu na minha inocência.

Afinal era nada mais nada menos que a nova app Pokémon Go, um jogo de realidade aumentada, que permite “apanhar Pokémons”que surgem no ecrã. Os jogadores recebem uma notificação sempre que está um Pokémon por perto, a sua localização é mostrada num mapa virtual e, terão de tocar no elemento evidente no ecrã para o apanhar.

Bom, a parte positiva disto é que até o ser mais preguiçoso à face da terra percorre distâncias consideráveis para apanhar o boneco!

A app foi lançada no dia 7 de Julho e já é um autêntico fenómeno, tendo rendido mais de 14 milhões de dólares logo nos primeiros dias.

O mais fascinante é que a publicidade feita à Pokémon Go é pouca ou nenhuma mas, o mercado rapidamente percebeu o potencial do conceito deste jogo.

São muitas as campanhas e instituições que têm aderido à loucura dos Pokémon para aproveitar para publicitar a marca, ou até mesmo para atrair clientes, oferecendo descontos aos treinadores bem sucedidos. As publicidades alusivas ao Pokémon Go vão surgindo e o objectivo é “apanhá-los a todos” (aos clientes), e algumas marcas já tiveram um aumento significativo nas vendas como consequência.

Ficam alguns exemplos daqueles que não ficaram indiferentes ao fenómeno Pokémon:

screen-shot-2016-07-19-at-115514_da4c.640

screen-shot-2016-07-19-at-115449_x2fh.640

screen-shot-2016-07-19-at-115311_6c5b.640

screen-shot-2016-07-19-at-115329_qbna.640

screen-shot-2016-07-19-at-115349_2496.640

screen-shot-2016-07-19-at-115432_jmsu.640

~ Shaking the Pokémon phenomenon ~

Standard
Chá do Manifesto, Coisas de RP

A homossexualidade é trendy e vende!

Todas as décadas existem ícones, acontecimentos e assuntos polémicos para a Opinião Pública. São os tais tópicos que ou se ama ou se odeia.

Muitas vezes a irreverência e a rebeldia tornam as marcas “cool”, afinal a razão por escolhermos uma marca em vez da outra é pela identificação com a sua personalidade.

Neste sentido, as grandes marcas do mundo e as mais atrevidas sabem trabalhar estes temas e torna-nos numa máquina de venda.

Em 2015 temos a homossexualidade com tema quente e que passou de tabu a cool e irreverente. Numa altura em que já percebemos que todas as formas de amor são boas e devem ser vividas, as marcas aproveitam para sair do armário e mostrar a sua posição na defesa da igualdade no amor.

Assim sendo, inúmeras marcas procuram mostrar que esta opção sexual também se enquadra nos seus valores e que apoiam todas as formas de amar. O Boticário, o McDonald’s, a Motorola, Gap, Banana Republic, Cheerios, The Knot e a Coca-Cola, são algumas das marcas que têm apostado neste tema para sua comunicação.

No entanto, parece-me pertinente salientar uma marca que, apesar dos seus 178 anos de existência, mostra frescura e actualidade com um rebranding que assenta neste mesmo assunto. A Tifany & CO, prova que, os seus 178 anos de existência, apenas lhe deram experiência para abrir os seus horizontes e aceitar todos como eles são.

Esta marca elitista encontra, aqui, um mercado lucrativo e que ao mesmo tempo transmite uma imagem positiva e de juventude.

tiffany-will-youImagem da campanha “Will you?” da Tiffany & CO com dois homens que são um casal.

~ Se é amor, é bom ~

Standard